Instituto Mexicano de Relaciones Grupales y Organizacionales
Mexican Institute of Group and Organizational Relations

PROGRAMA DE FORMACION DE COORDINADORES 

DE DINAMICA DE GRUPO: GESTALT

PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE COORDENADORES

DE DINÂMICA DE GRUPO: ORIENTAÇÃO DE GESTALT


Compilado por Fela Moscovici

Algumas idéias básicas de Frederick S. Perls in Gestalt Therapy Verbatim, Moab, Utah: Real People Press, 1969.



ORIENTAÇÃO DE GESTALT

* Descobrimos que produzir coisas, viver por coisas e trocar coisas não é o significado final da vida. Descobrimos que o significado da vida é que seja vivida e não comercializada, e conceptualizada e espremida num padrão de sistemas. Tomamos consciência que manipulação e controle não são as alegrias máximas da vida.

* A oração da Terapia de Gestalt:

"Eu faço as minhas coisas e você faz as suas coisas

Eu não estou neste mundo para atender às suas expectativas

E você não está neste mundo para atender às minhas.

Você é você e eu sou eu

E, se por acaso, nós nos encontramos, é lindo

Se não, nada se pode fazer."

* Polaridade Corpo X Mente

A sabedoria do organismo: o organismo sabe tudo.  Nós sabemos muito pouco.  Nós existimos como um organismo.

A abordagem existencial: nós somos um organismo e não "nós temos um organismo". O organismo sempre funciona como um todo e não como soma das partes, nós somos essa coordenação sutil.

Saúde é um equilíbrio apropriado da coordenação de tudo que nós somos.

* A abordagem da Gestalt é simples: prestar atenção ao óbvio.

Se você tem olhos e ouvidos, o mundo está aberto.

Se você segue seus sentidos, se você pode ver e ouvir, e se dá conta do que está acontecendo, você estará compreendendo.  Se você aprende conceitos, se você trabalha por informações, você não estará compreendendo, você somente estará explicando.  Há uma grande diferença entre explicação e compreensão, embora a maioria das pessoas não faça esta distinção.  Não se aprende das palavras dos outros. Aprendizagem é descoberta. Cada vez que você recusa responder a uma pergunta, você ajuda a outra pessoa a desenvolver seus próprios recursos. Aprender nada mais é que descobrir que algo é possível.

* Objetivo da Terapia Gestalt: amadurecimento, crescimento.

Amadurecimento é a transcendência do apoio ambiental para auto-apoio.

Amadurecer significa assumir a responsabilidade por sua vida.

Fazer o paciente não depender dos outros, fazê-lo descobrir desde o início que ele pode fazer muitas coisas, muito mais do que ele pensa que pode.

* A comunicação verbal é usualmente uma mentira. A comunicação real está além das palavras. Não ouça as palavras, ouça o que a voz lhe diz, o que os movimentos lhe dizem, o que a postura lhe diz, o que a imagem lhe diz. Ouça os sons (PER SONA: através do som). Os sons dizem tudo que a pessoa quer expressar - não as palavras.

* A Terapia Gestalt usa olhos e ouvidos e o terapeuta fica absolutamente no agora - observa a superfície, o óbvio e dá este feedback para a conscientizaçäo do paciente. Feedback foi introduzido por C. Rogers na psiquiatria. Nós podemos ver o ser total de uma pessoa bem à nossa frente. Terapia Gestalt é estar em contato com o óbvio.

* O terapeuta deve prover a oportunidade/situação para a pessoa crescer.  O meio é frustar a pessoa de tal forma que ela seja forçada a desenvolver seu próprio potencial. Aplica-se suficiente frustração hábil para que a pessoa seja forçada a encontrar seu próprio caminho, descobrir suas possibilidades e descobrir que aquilo que ela espera do terapeuta ela pode fazer sozinha.  Mas tem que descobrir tudo isto vendo e ouvindo por si.

* Uma pessoa sadia está completamente em contato consigo mesma e com a realidade. Nós vivemos em dois níveis de existência:

1) nível da realidade - o nível público do fazer, agir, observável, verificável;

2) nível da fantasia, da ilusão, "maya" - o nível privado, do pensamento; a atividade de fantasia é voltada para o futuro, preparação (ensaio) para eventos futuros.

* Cada indivíduo, planta, animal, tem somente um objetivo inato: auto-atualização (realização) como tal.

* Terapia Gestalt é uma abordagem existencial: levar em conta a "existência total de uma pessoa - não ocupar-se apenas em lidar com "sintomas ou estrutura de caráter/personalidade.

Essa existência e os problemas de existência são indicados mais claramente nos sonhos. O sonho é a estrada real para a integração, é a nossa produção mais espontânea, é expressão de existência do ser humano.

Terapia Gestalt não interpreta sonhos. Os sonhos são você, projeção de você, de suas partes, contraditórias, inacabadas, etc.  A mensagem existencial, a dificuldade existencial, a parte que falta na personalidade, o que está faltando na sua vida - está tudo lá no sonho.

* Não existe algo chamado integração total. Integração nunca se completa, maturação nunca se completa. É um processo em evolução constante, a vida toda. Há sempre algo a ser integrado, a ser aprendido, sempre uma possibilidade de maturação mais rica - de assumir mais e mais responsabilidade por si mesmo e por sua vida. Terapia Gestalt não analisa, integra. Não interpreta (jogo intelectual).

* Em Terapia Gestalt parte-se do que é e procura-se o contexto, a situação, para relacionar à figura. Juntos formam a GESTALT. (Significado é a relação da "figura" com o seu "fundo"). Significado não existe de per si. É sempre criado ad hoc.

* As técnicas da GESTALT visam estabelecer um continuum de conscientizaçäo. Isto é necessário para que o organismo possa funcionar e trabalhar no princípio da Gestalt: as situações inacabadas mais importantes devem emergir para serem elaboradas e acabadas. Nós funcionamos mal, carregando muitas situações inacabadas que sempre exigem completamento (fechamento/Gestalt). A conscientizaçäo por si só pode ser terapêutica. Ela se dá quando vemos os dois polos de cada evento.  Se só vemos uma mesma dimensão, não podemos tomar consciência dela (Ex.: luz e não-luz).

* Auto-relação versus regulação externa.

Só uma coisa deve controlar: a situação. Se você compreende a situação em que se encontra e deixa esta situação controlar suas ações, então você pode aprender como lidar com a vida. (Você ouve a situação).

* Tudo está baseado em conscientizaçäo: conhecimento, comunicação, etc.

Na comunicação você quer tornar o outro consciente de algo - de você mesmo, do que observar, etc. É raro as pessoas poderem falar e ouvir - a integração de falar e ouvir é extremamente difícil. A maioria fala sem ouvir. Sem comunicação não pode haver contato, há somente isolamento e tédio.

* Se você se conscientiza cada vez que está entrando num estado de confusão, isto é terapêutico. Aí novamente a natureza passa a liderar. .Se você compreende isto e fica com a confusão, a confusão vai se arrumar por si só. Se você tenta arrumar, intelectualizar como fazê-lo, se você me pede uma receita/prescrição como agir, você somente adiciona mais confusão ao seu processo.

* Qualquer coisa não-expressa que deseja ser expressa pode fazer você sentir-se desconfortável. Uma das experiências não-expressas mais comuns é o ressentimento. É a situação inacabada (incompleta) de maior bloqueio. Toda situação inacabada (Gestalt incompleta) leva a um impasse.

* A Terapia Gestalt volta a Heraclitus, a idéia de que tudo está em fluxo - a transição da causalidade linear para o pensamento de processo, do "por que" para o "como".

1. Se você pergunta "como", você olha para a estrutura, vê o que está acontecendo agora, tem uma compreensão do processo. o "como" é tudo que precisamos para compreender como nós ou o mundo funcionamos. O como dá perspectiva, orientação. O como mostra que uma das leis básicas, a identidade de estrutura e função, é válida: se mudamos a estrutura, a função muda; se mudamos a função, a estrutura muda.

2. "Por que" pode levar a explicações mais inteligentes, mas nunca a uma compreensão. Geralmente leva a racionalizações.

3. As duas palavras-chave da Terapia Gestalt são: agora e como. A essência da teoria da Terapia Gestalt está na compreensão dessas duas palavras.

4. "Agora" engloba tudo que existe - o passado não é mais, o futuro não é ainda.  Agora inclui o equilíbrio de estar aqui, é experiência, envolvimento, fenômeno, conscientizaçäo.

5. O objetivo principal da Terapia Gestalt não é ajudar as pessoas a embarcar em programas de auto-melhoria/aperfeiçoamento. Consiste em encorajar as pessoas a reconhecer e apreciar onde estão agora.  Aí então o terapeuta pode ajudá-las a encontrarem seus próprios caminhos singulares para mudança e crescimento.  Mudança e crescimento ocorrerão naturalmente ao invés de serem forçados por pressão externa ou modelos internalizados.

6. Paradoxo

7. Para alcançar espontaneidade, precisamos, como na filosofia ZEN, desenvolver uma disciplina extrema.

8. A disciplina consiste em compreender as palavras "agora" e "como" e colocar de lado tudo que não está contido nas palavras "agora" e "como".

9. O que está explícito e frontal é raramente prejudicial, embora possa ser difícil de lidar. Expressöes truncadas, encobertas ou retidas säo as mais :prejudiciais.

* Vale a pena assumir novos riscos: riscos de maior auto-afirmação, maior espontaneidade, e maior disposição para experimentar com poder e agressão, bem como com confiança e amor.

O DILEMA

"Nada existe exceto o aqui e agora".

e, no entanto,

"Não é possível viver no aqui e agora".

Se você lembra ou antecipa, você o faz agora. O passado não é mais, o futuro não é ainda.

Que se encerra na palavra agora? Como é possível levar anos e anos para compreender uma palavra simples como "agora"?
 


EXIT  / SALIDA

ii 2016
ix 2013

vi 1999